NARRATIVA, MITO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA: O ENSINO DE CIÊNCIAS NA ESCOLA E NO MUSEU

Maria Cristina Leal
Guaracira Gouvêa

As autoras abordam  neste artigo as possibilidades e a necessidade de se trabalhar a alfabetização  científica, integrando ensino formal, não-formal e divulgação científica. Entendemos que a  perspectiva de alfabetização científica está diretamente vinculada ao ensino com base nas  relações Ciência, Tecnologia e Sociedade - CTS. Após uma breve resenha do significado de  alfabetização científica e CTS, ressaltamos a importância de se articular narrativa, mito, ciência  e tecnologia no ensino de ciências. Nos apoiamos em uma sondagem feita com 108  professores participantes de um curso, 18 participantes de um seminário e 12 observações de turmas em visita a um museu de ciências para retratar, de um lado, as possibilidades que os 
professores vislumbram de se trabalhar ciências via CTS e, de outro, as incoerências que  emergem quando certos conteúdos escolares são explorados na visita de alunos a um museu  de ciências. 

Artigo completo em:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Artigos sobre jogos no ensino de Química na Revista Química Nova na Escola

Super trunfo da Tabela Periódica