Em busca de metodologias investigativas com as crianças e suas culturas



Searching for investigative methodologies with children and their cultures


Ana Cristina Coll DelgadoI; Fernanda MüllerII
IDepartamento de Ciências do Comportamento da Fundação UniversidadeFederal do Rio Grande - RS, anacoll@uol.com.br 

IIDoutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sulfernanda.muller@g.mail.com




RESUMO
Este artigo apresenta reflexões sobre metodologias investigativas com as crianças e suas culturas, a partir do referencial da Sociologia da Infância. Este campo teórico considera as crianças como atores sociais que acionamestratégias de luta por meio das suas culturas de pares. Na produção acadêmica brasileira sobre as crianças e suas culturas, ainda não possuímos uma tradição de estudos que tratem das vozes das crianças por elas próprias. A questão motivou a organização deste texto em três sessões. Na primeira, refletimos sobre a ausência das crianças como protagonistas das pesquisas brasileiras e as influências de uma ciência androcêntrica, que nasce com a modernidade. Na segunda, apresentamos a etnografia das infâncias como possibilidade de contato e aceitação dos adultos nos grupos infantis para a compreensão das suas culturas de pares. Na terceira, levantamos algumas idéias acerca dos traços das culturas infantis como base teórica para a construção de outros modos de fazer pesquisa que articulem ciência e estética, razão e emoção, fantasia e realidade.
CRIANÇAS - MÉTODOS DE PESQUISA - INFÂNCIA - CULTURA

Texto completo em:

http://www.scielo.br/pdf/cp/v35n125/a0935125.pdf

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Artigos sobre jogos no ensino de Química na Revista Química Nova na Escola

Super trunfo da Tabela Periódica