Quem sou eu

Minha foto
Itabuna, Bahia, Brazil
Licenciada em Química pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc- Bahia); Mestre em Ensino de Ciências pela Universidade de São Paulo (USP); Professora do ensino Fundamental e Médio há 12 anos. Trabalha com Jogos e atividades lúdicas no ensino de Ciências, especialmente a Química.

sábado, 2 de novembro de 2013

KRONUS: REFLETINDO SOBRE A CONSTRUÇÃO DE UM JOGO COM VIÉS INVESTIGATIVO

Autores:

Rodrigo Gomes Braga [rodrigogbio@yahoo.com.br]
Santer Alvares de Matos [santermatos@gmail.com / santer@ufmg.br]
Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG


O ensino de ciências por meio de atividades investigativas tem se mostrado um caminho a ser percorrido por educadores, no sentido de dinamizar e aprimorar as aulas. Dentre as múltiplas opções  de ferramentas pedagógicas disponíveis o jogo foi escolhido como objeto de pesquisa do presente  trabalho. Como sugerido pelos Parâmetros Curriculares Nacionais, os jogos se mostram uma  maneira prazerosa e participativa dos alunos se relacionarem com o conteúdo escolar. Além deste indicativo, diversas estratégias educativas, envolvendo jogos, têm sido descritas na literatura científica com o objetivo de melhorar o desempenho dos estudantes em temas relacionados à  Biologia, por exemplo. O trabalho de pesquisa apresentado aqui foi à construção e validação de um  jogo pedagógico com as características de atividade investigativa. O jogo Kronus foi construído  com viés investigativo, buscando abordar o tema biotecnologia e realizando uma revisão de vários conceitos trabalhos nas aulas de Genética. A aplicação do jogo, para validação do mesmo, foi realizada em alunos da terceira série do  Ensino Médio. A partir da análise da percepção apresentada  pelos estudantes e da observação feita pelo pesquisador conclui-se que o Jogo Kronus torna as aulas  de Biologia mais interessantes e menos cansativas, contribuindo para a revisão do conteúdo de Genética. 

PALAVRAS CHAVES: Jogo didático, jogo Kronus, atividades investigativas, Genética, 
Biotecnologia. 


Para acessarem o artigo completo cliquem no link:
http://if.ufmt.br/eenci/artigos/Artigo_ID206/v8_n2_a2013.pdf

Nenhum comentário:

Postar um comentário